19.10.06

Asylum

Estava tentando pegar um copo descartavel extra para pôr pontos pretos que não conseguia identificar na comida que nos serviam (ou aquilo que chamavam de servir)
- Você ja pegou o seu, agora vá se sentar
Foi o que disse a senhora groda a minha frente, tinha cabelos avermelhados e goticulas de suor na testa, se chamava Mirtes e todos a chamavam de Grude, pelo que nos servia, ela não gostava de ninguem e provavelmente nem de si mesma, acabou de me falar pra sentar e um sujeito de aparencia deprimente (como todos os outros ali) voou para cima de mim (voou é a palavra).
- Joe seu filho da puta!
Foi o que disse antes de aterrisar sobre minha cabeça.
Caimos no chão e não sabia ao certo se o cara queria me matar ou me foder, nenhuma das alternativas era aceitavel, mas era o tipo de coisa que se podia esperar daquele lugar.
- Joe seu filho de uma puta desgraçada!
- O meu nome não é Joe seu puto.
- Não se faça de louco seu porra!
- Volte para o cu de onde você foi parido!
Me deu um direto de esquerda, aonde percebi que queria mesmo era me matar.
Uns caras vestidos de branco nos separaram e ainda tive tempo de enfiar um chute no rabo do puto.
- Joe seu filho de puta!! - ele sabia variar nos xingamentos - Eu vou voltar!!
O levaram e pelo transtorno me deram dois copos descartaveis para o almoço. Malditos. Me batem e ganho uma merda de copo.
Duas semanas depois revi o tal sujeito, numa cadeira de rodas, não conseguia mexer do pescoço pra baixo e tinha um cara vestido de branco encarregado de limpar sua boca que vivia babando.
Nunca descobri o que eram os pontos pretos na comida.
Fiquei mais tranquilo depois que as paredes foram pintadas de verde claro.

3 comentários:

Anônimo disse...

existe um outro blog, outras confissões e outros momentos a serem lidos...mentiria sem lágrimas, mas digo verdades molhadas...leia e seja feliz.

Anônimo disse...

existe um outro blog, outras confissões e outros momentos a serem lidos...mentiria sem lágrimas, mas digo verdades molhadas...leia e seja feliz.

Codinome Sara disse...

Tem uns caras que estão te influenciando bastante... Esse tipo de amizade te faz bem! Viva The Beats!